domingo, 30 de julho de 2017

Como instalar Doom no Fedora 26 via Wine - PayOnLinux

Como instalar Doom no Fedora 26 via Wine - PayOnLinux



Muitas pessoas não gostam do Wine por precisar de muito tempo para configurar tudo e deixar redondinho, mas o jogo Doom não segue esta lógica por ter sido escrito do zero para OpenGL e Vulkan, acredito ser por isso que o jogo roda com uma experiencia praticamente nativa no Linux e com desempenho semelhante ao que temos quando comparado ao Windows.
Por isso vamos ao tutorial:

Alguns pacotes são necessários para rodar o VULKAN no Doom:

Instale os seguintes pacotes abaixo um comando de cada vez!
$ sudo dnf copr enable ajax/vulkan
$ sudo dnf install vulkan anvil vkcube  




Depois abra o PlayOnLinux

 Clique em instalar um programa 

 Em seguida em Instalar um programa não listado
Clique avançar

Instalar um programa em uma unidade virtual nova e avançar

Coloque o nome como desejar e clique avançar

Marque configura o Wine e instale bibliotecas,  clique avançar

Marque 64bits clique avançar

Emule a área de trabalho virtual 1600x900, aplicar e OK

Marque as caixas para instalar a Steam, Physx e driver de video, como mostrado na imagem abaixo, clique avançar

Aguarde a instalação dos programas vão aparecer janelas com caixinhas para aceitar a instalação das fontes Microsoft, marque e clique avançar 

Irá abrir o instalador da steam, instale normalmente


Clique para instalar o Doom, depois clique no X para fechar o WINE 

Irá abrir uma janela como abaixo, clique em cancelar

Crie um atalho para a Steam

O resultado será este, clique em executar

Se você quiser jogar com vulkan altere nas configurações avançadas do jogo de OpenGL 4.5 para Vulkan, aceite as modificações e feche o jogo.

ATENÇÃO !!!! Não abra o jogo ainda!
Clique com o botão direito no jogo > clique em: DEFINIR OPÇÕES DE INICIALIZAÇÃO, na caixa que se abrir digite +r_renderAPI 1 > clique ok pode abrir o jogo! :-)

OBSERVAÇÃO!

Caso queira voltar para OpenGL dentro do jogo volte nas configurações avançadas, mude para OpenGL 4.5, feche o jogo e em DEFINIR OPÇÕES DE INICIALIZAÇÃO apague o comando +r_renderAPI 1 ou no lugar do 1 apague e coloque 0 (zero), pronto jogo de volta ao OpenGL! 


CONCLUSÃO

Durante meus testes o jogo apresentou boa fluidez com poucos erros, jogando com o Vulkan, aconselho deixar o vsync ativado e os demais efeitos que existem no menu de configurações avançadas do jogo desabilitado, caso contrario poderá haver travamentos. Com o OpenGL se pode manter tudo ativado e no "ULTRA" lembrando que usei um Ryzen 5 1600X + uma Nvidia GTX 970! Com o OpenGL não encontrei bugs, portanto, recomendo que use neste caso a API gráfica OpenGL para garantir a estabilidade do game no Wine.
Recomendo que veja o meu vídeo tutorial abaixo:



Instale dê um Play e sim pode desfrutar desse jogo de gráficos incríveis no nosso amado Pinguim! :-)






















segunda-feira, 17 de julho de 2017

Xonotic um jogo leve para sua Distribuição Linux



O Xonotic é um jogo totalmente gratuito e leve, muito rápido e frenético no estilo "QUAKE" e disponível para Linux e Windows, no decorrer do vídeo que disponibilizarei abaixo eu mostro o site para sua distribuição Linux Favorita, podendo também baixar diretamente do  site do Xonotic o arquivo zipado com os binários execultáveis necessários para rodar este jogo para sua plataforma favorita, divirta-se!

Site Xonotic: http://www.xonotic.org/
Para facilitar: https://pkgs.org/download/xonotic


sábado, 8 de julho de 2017

UNREAL TOURNAMENT LINUX - Tutorial Steam + Gameplay





Como no vídeo tutorial que postei no Canal Livre Software deixo aqui o tutorial do Game Unreal Tournament!

Primeiro Inscreva-se no site do jogo:

Inscrição Epic Games

Baixe o game aqui:


PARTE 1

PASSO 1:

Navegue até a pasta Downloads e extraia o arquivo onde quiser, no meu ccaso deixei em Downloads mesmo:



PASSO 2:

Entre na pasta que foi extraída no meu caso :

[erickson@localhost ~]$ cd /home/erickson/Downloads/UnrealTournament-Client-XAN-3510431-Linux/LinuxNoEditor/Engine/Binaries/Linux'




PASSO 3:

Encontre o arquivo UE4-Linux-Shipping



PASSO 4:

Abra o terminal e dê permissão para que o arquivo possa ser executado como um programa

sudo chmod +x UE4-Linux-Shipping o terminal vai pedir sua senha de root como na imagem > Coloque sua senha e dê enter!
Dando um ls no terminal você verá ele verde, sinal de que a permissão foi concedida!




PASSO 5:

Ainda ba mesma pasta do arquivo UE4-Linux-Shipping, clique com o botão direito nele > propriedades > Permissões > Marque a caixinha "Permitir execução do arquivo como um programa"



PARTE 2

PASSO 1:

Vamos criar um arquivo que servirá como atalho para executar o Jogo na Steam

Para pupar trabalho deixei o meu arquivo pronto para download a seguir ;-)


Você terá que dar permissão para o arquivo ser executado como programa assim como no PASSO 5 da parte 1!




Eu criei uma pasta chamada jogo na minha pasta chamada JOGOS na minha home onde salvei o executável criado, entre na pasta pelo terminal e dê permissão ao arquivo para que ele possa ser executado como programa, como na imagem abaixo:


Agora Vamos colocar um ícone no arquivo, porque o original sem ícone é feio demais ;-) se quiser pode usar o ícone abaixo:


Clique com o botão direito do mouse sobre o arquivo > Propriedades > Básico > clique na imagem do arquivo e procure onde você salvou o ícone:







O resultado deve ser este:



PASSO 2

Hora de adicionar o atalho que criamos no jogo na Steam:

Abra seu cliente Steam na aba jogos clique em adicionar um jogo não Steam a Biblioteca



Abrirá uma janela com o nome "Adicionar um jogo", clique em procurar, procure pela pasta onde salvou o Arquivo de atalho do jogo > clique em abrir


O resultado será este:


Caso ainda tenha dúvidas veja o vídeo abaixo:


Está aí mais um excelente jogo para Linux lembrando que é um alpha!
Jogue e seja feliz!

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Wikileaks vaza documento da CIA com Spy Malware que espiona Linux





Mal acabei de falar aqui no Blog sobre Ransomware e o Wikileaks acaba de vazar um documento da CIA com um Malware que se chama  OutlawCountry, este Spy segundo o documento permite que a CIA espione remotamente computadores com sistemas Linux.
O OutlawCountry permite qye os Hackers da CIA redirecionem todo o tráfego de rede da saída do computador alvo para sistemas controlados pela agência.
O Spy consiste em módulo de Kernel que os hackers carregam criando uma tabela de "NETFILTER" oculta em um usuário Linux alvo, esta nova tabela permite que regras sejam criadas sando o comando "iptables ".

Não entre em pânico

O "OutlawCountry v1.0 contém um módulo kernel para CentOS / RHEL 6.x de 64 bits, este módulo só funcionará com os kernels padrão. Além disso, OutlawCountry v1.0 só suporta a adição de regras DNAT secretas à cadeia PREROUTING",
Não vou entrar em detalhes técnicos mas nossas distribuições estão seguras quanto a esse " SPY" pois, não usamos este tipo de "KERNEL" pelo menos eu não uso!
Como este documento foi vazado é bem provável que essa vulnerabilidade já tenha sido corrigida nos sistemas citados e consequentemente correções deste tipo se estendem as demais Distribuições Linux.
Por isso, sempre mantenha seu sistema sempre bem atualizado, baixe pacotes apenas de fontes confiáveis e se você for bem neurótico dê uma olhada no código fonte dos pacotes antes de instala-lo, o fique tranquilo o Linux ainda é o Sistema mais seguro! :-)


sábado, 1 de julho de 2017

RANSOMWARE (Wannacry/Petya), novos ataques e a falta de informação geral



É claro que ouve um grande "BOOM" de informações na internet e TVs informando as novas ameças "Ransomwares" que sequestram seus dados exigindo pagamento de resgate pelos mesmos, mas conversando com várias pessoas que fazem parte do meu cotidiano, confesso que fiquei bastante preocupado com a falta de informação de pessoal, para nós que nos julgamos informados e que acompanhamos todas a notícias relacionadas a tecnologia nos parece absurdo, para mim é um absurdo!
Não sei se vocês concordam comigo, concordam? Comentem!
Eu fico pasmo quando em uma conversa relacionada a vírus de computador, cito a palavra Ransomware e percebo que as pessoas simplesmente ficam "boiando" e me perguntam " O que é isso? Não entendo nada de TI! "
Tento responder educadamente  ao mesmo tempo que pergunto "você não vê jornais? "
As pessoas simplesmente não estão preparadas, nos ataques relacionados ao Wannacry o sistema aula das faculdades também sofreram ataques, a faculdade a qual faço parte também foi atingida e não tinha backup digital, ou seja, foi salva apenas por que possui arquivos em papel, mas imagina o trabalho para lançar tudo novamente no sistema?
Perguntei a coordenadora a respeito e como resposta ela nem sabia que o prejuízo ao sistema aula tinha sido obra do Wannacry!
Os ditos "profissionais de TI" não tinham backup de nada, olha o tempo perdido!
O objetivo deste post não é ser técnico e sim levar o leitor a se interessar mais sobre o assunto e buscar formas de se proteger.


Continuando o raciocínio, este mês tivemos o ataque do Ransomware Petya que afetou principalmente Russia e Ucrânia, mas que também prejudicou o Hospital do câncer em barretos.
O Petya pedia um resgate de $300 em bitcoins, a única forma de comprovar o pagamento seria através de um e-mail enviado para wowsmith123456@posteo.net, no entanto este e-mail foi rapidamente bloqueado pelo provedor eliminando qualquer forma de comprovação, mais tarde ao examinar o código do Petya descobriu-se que não era possível recuperar os dados roubados, pois o Petya simplesmente destruiria tudo, problema de quem pagou...


O que eu vou falar agora é bem óbvio para os informados mas muitos não sabem infelizmente como relatei no início do post, como se proteger?
Infelizmente a única forma de se proteger e não é 100% seria manter um Backup em Hds e pendrives, manter o sistema atualizado e não usar programas piratas, não pague o resgate!
Mesmo assim se você usa Windows terá que formata-lo depois ou seja de qualquer forma algum prejuízo você terá!

Se você usa Linux provavelmente você também não está 100% seguro, mas nós que usamos Linux não usamos programas de qualquer fonte, não precisamos piratear nada e temos a vantagem de poder olhar o código fonte, ou seja, muito difícil de cair em uma  dessas.
Espero que com este post eu possa ter alertado sobre a importância de se manter informado e de ser honesto não usando pirataria!
Se você curtiu não se esqueça de acompanhar o blog o canal no Youtube e demais redes sociais.