segunda-feira, 20 de agosto de 2018

Tutorial - Arch Linux Instalando na Unha

Instalando Arch Linux na unha via UEFI

Hoje em dia existem várias distribuições voltadas para usuários leigos ou que não querem ter trabalho de instalar nada em modo texto, no entanto, ainda existem muitos usuários conservadores que preferem instalar as distribuições Linux a moda antiga, ou ainda, aqueles que buscam conhecer mais a fundo os comandos e toda a programação por trás deste incrível sistema operacional.
O que me atrai no Arch linux além do aprendizado que é bem complexo é o fato de ser Holling Release, ou seja, depois de instalado e configurado tem sempre o que a de mais atual sempre instalado.
Abaixo colocarei uma das enumeras formas de se instalar este versátil sistema, um tutorial bem completo que uso para instalar na minha máquina de trabalho, no entanto este tutorial não serve para quem ainda possui PC com Bios, este tutorial é voltado para quem já usa computadores equipados com UEFI, se você é um destes pode segui-lo e aprender bastante e após o tutorial escrito deixarei o vídeo mostrando na prática como se faz.

1-Setar o teclado para abnt2
loadkeys br-abnt2

#mudar a linguagem da instalação para português br
nano /etc/locale.gen

#Descomente essas linhas:
en_US.UTF-8 UTF-8
pt_BR.UTF-8 UTF-8

#executar esses comandos:
locale-gen
export LANG=pt_BR.UTF-8

2-Testar a conexão com a internet
ping -c 3 www.google.com

Se não funcionar:
ip link
systemctl enable dhcpcd@enp3s0.service
systemctl start dhcpcd@enp3s0.service

3-Verificar como está particionado o HD
fdisk -l


4-Começar a particionar

Para particionar seu HD você usará o comando cfdisk, se você não souber usar siga o tutorial em vídeo no final desta postagem.

cfdisk /dev/sda

OBS: O seu disco deve estar em GPT, para facilitar a formatação formate conforme abaixo

CRIAR SDA1 = EFI
SDA2 = HOME
SDA3 = SWAP
SDA4 = ROOT

#Formatar as partições

mkfs.fat -F32 -n BOOT /dev/sda1
mkfs.ext4 /dev/sda2 ATENÇÃO!!! HOME
mkfs.ext4 /dev/sda4 ATENÇÃO !!! ROOT BASE DO SISTEMA

#Formatar a partiçao swap e ligar
mkswap /dev/sda3
swapon /dev/sda3

#Ver como ficou o layout do particionamento
lsblk /dev/sda

#Monte a partição root em mnt
mount /dev/sda4 /mnt

#Criar as pastas home e boot ao mesmo tempo montar as partições home e boot:
mkdir -p /mnt/home && mount /dev/sda2 /mnt/home
mkdir -p /mnt/boot && mount /dev/sda1 /mnt/boot

5-Instalar o sistema base:
pacstrap /mnt base base-devel

6-Gerar o arquivo fstab que descreve as partições, sem ele as partições não serão montadas automaticamente.
genfstab -U -p /mnt >> /mnt/etc/fstab

#Ver o que está escrito nesse arquivo:
cat /mnt/etc/fstab

7-Logando na instalação para setar algumas outras coisas:
arch-chroot /mnt

#Mudar a linguagem novamente:
nano /etc/locale.gen

#Descomentar essas linhas:
en_US.UTF-8 UTF-8
pt_BR.UTF-8 UTF-8

#Executar esse comando:
locale-gen

#Criar o aquirvo de conf de língua:
echo LANG=pt_BR.UTF-8 /etc/locale.conf
export LANG=pt_BR.UTF-8

#Setando configurações de teclado para que persistam após o reboot, crie o arquivo:
nano /etc/vconsole.conf

#Adicione essas linhas no arquivo e salve:
KEYMAP=br-abnt2
FONT=Lat2-Terminus16
FONT_MAP=

#Setando fuso horário:
ls /usr/share/zoneinfo/America
ln -s /usr/share/zoneinfo/America/Sao_Paulo

#Sincronizando o relogio de hardware com o do sistema:
hwclock --systohc --utc

#Setando a rede cabeada:
ip link
systemctl enable dhcpcd@enp3s0.service
systemctl start dhcpcd@enp3s0.service

#Setando rede wireless:
pacman -S wireless_tools wpa_supplicant wpa_actiond netcf dialog
systemctl enable net-auto-wireless.service

8-Configurar os repositorios pacman para 32 e 64:
#Descomentar multilib no arquivo:
nano /etc/pacman.conf

#Sincronizar os repositórios
pacman -Sy

#Criar senha de root:
passwd

#Criar usuário e definir senha
useradd -m -g users -G wheel,storage,power -s /bin/bash erickson
passwd erickson

9-Instalar o sudo:
pacman -S sudo

#Editar as propriedades de sudo:
#descomentar a linha que mostra wheel
EDITOR=nano visudo

10-Instale o systemd-boot para a patição EFI:
bootctl install

E também é muito importante lembrar que se você optar pelo SystemD Boot é necessário criar os arquivos:

/boot/loader/loader.conf

/boot/loader/entries/arch.conf

Respectivamente com os seguintes conteúdos:

timeout 2
default arch

title Arch Linux
linux /vmlinuz-linux
initrd /initramfs-linux.img
options root=/dev/sda4 rw

Onde:

/vmlinuz-linux e /initramfs-linux.img são relativos a partição /boot e na verdade estão em /boot/vmlinuz-linux e /boot/initramfs-linux.img

/dev/sda4 é a partição /

11-Baixar e instalar grub:
pacman -S grub
pacman -S efibootmgr
grub-install --target=x86_64-efi --efi-directory=/boot --bootloader-id=grub

#Criar o arquivo de configuracao do grub:
grub-mkconfig -o /boot/grub/grub.cfg

12-Configurar os repositórios do AUR:

nano /etc/pacman.conf

#Escrever no final do arquivo:
[archlinuxfr]
SigLevel = Never

#Atualize os repositórios:

sudo pacman -Syy

#Checar se tem atualizacoes:
sudo pacman -Syu

13-Instale o Xorg:
pacman -S xorg xorg-xinit xorg-twm xorg-xclock xterm

14-Instale o suporte ao 3D:
pacman -S mesa nvidia nvidia-settings lib32-nvidia-utils

15-Saia do arch-chroot;
exit

#desmontar as particoes
umount -R /mnt

#reiniciar
reboot

16-Hora decomeçar a configurar o Arch Linux:

1-Mudar o nome do host:
sudo hostnamectl set-hostname livresoftware

2-Conectar o computador a internet:
sudo dhcpcd
ping -c 3 www.google.com

3-Setar o som:
pacman -S alsa-utils pulseaudio paprefs pavucontrol

4-Instalar um monte de ferramentas:
sudo pacman -S ttf-dejavu samba smbclient networkmanager networkmanager-vpnc networkmanager-pptp networkmanager-openconnect gvfs gvfs-smb sshfs ttf-liberation firefox screenfetch ntfs-3g unrar p7zip gparted chromium flashplugin vlc gamin

5-Ativar o gerenciador de rede automaticamente:
sudo systemctl enable NetworkManager

17-Agora chegou a hora de instalarmos o modo gráfico abaixo deixarei como instalar o XFCE.

1-Instalando ambiente gráfico:
pacman -S xfce4 xfce4-goodies gamin firefox
cp /etc/X11/xinit/xinitrc ~/.xinitrc

2-Gerenciador de inicialização:
pacman -S lightdm lightdm-gtk-greeter lightdm-gtk-greeter-settings
systemctl enable lightdm
reboot

Quando sistema reiniciar você já será capaz de usar o Arch Linux, porém com uma interface feia ainda, no entanto, será possível configurá-la, se inscreva no meu canal do Youtube, , lá postarei além de todo este tutorial em vídeo a pós instalação com todos os softwares necessários para uma boa experiência com este sistema.

Segue o tutorial em vídeo:


Latest
Next Post

Um comentário: